Arroz de Carreteiro

Receba nossa Newletter!

Arroz de Carreteiro

Prato típico gaúcho conquistou o paladar brasileiro

Arroz de CarreteiroPrático, rápido de preparar e muito saboroso, o arroz de carreteiro faz parte da culinária típica do Rio Grande do Sul. Uma das iguarias de destaque da cultura, está presente tanto no cardápio de rotina, quanto em festas nos Centros de Tradições Gaúchas (CTGs). E, claro, é um dos protagonistas do maior evento festivo do Estado do Rio Grande do Sul, a Semana Farroupilha.

 

Segundo a história do prato

Os carreteiros e tropeiros que conduziam o gado de uma estância a outra para serem comercializados, levavam os mantimentos em uma espécie de carreta puxada por junta de bois. O carreteiro era o responsável pelos mantimentos e também preparava a comida. Sem contar com refrigeração na época, carregavam alimentos não-perecíveis, como o charque (carne salgada e curada), arroz e fiambres. O arroz de carreteiro era, então, preparado de forma muito simples e prática: em panela de ferro, utilizando arroz, alho, cebola e charque picado.

Há registros

De que muitas vezes, os tropeiros levavam mantas de carne embaixo da carona, que acabavam sendo salgadas pelo próprio suor do cavalo. Depois de bem lavadas eram utilizadas para preparar o “arroz de carreteiro”.

O prato foi incorporado à culinária brasileira e hoje é comum saboreá-lo em todo país. Nas regiões Centro Oeste e Nordeste do Brasil, é também conhecido como Maria-Isabel e preparado com carne-de-sol.

 

Receita de Arroz de Carreteiro Tradicional

Para: 5 pessoas

  • Ingredientes:
    500g de charque
    400g de arroz
    1 cebola
    2 dentes de alho

 

Modo de preparo

Corte o charque em pedaços pequenos, coloque em uma panela com água e ferva por aproximadamente 5 minutos. Troque a água e dê nova fervura por cerca de 5 minutos; retire e água. Coloque uma colher de banha numa panela de ferro e ponha o charque para refogar, acrescente a cebola e o alho já picados; refogue por uns 5 minutos.

Coloque uma xícara de água, deixe no fogo por cerca de 20 minutos, repondo a água quando secar. Adicione o arroz e cubra com água. Deixe cozinhar por aproximadamente 20 minutos.

Fonte: Revista Ecosul – EcoRodovias


Erva-Mate

Compartilhe